in

Veneza se afoga na enchente mais severa dos últimos 10 anos; veja as imagens


A última semana de outubro mal começou e já trouxe novidades preocupantes para a cidade italiana de Veneza, que está vivendo a maior inundação presenciada por seus cidadãos na última década.

Diferente da enchente ocorrida em 2008, quando o Mar Adriático fez com que o lago central da cidade subisse cerca de 1,4 metros – segundo o G1, a intempérie está tomando dimensões ainda maiores, com o nível da água acima dos 1,5 metros.

Acqua Alta

Junto aos ventos fortes e incessantes, a chuva inundou três quartos da cidade nessa segunda-feira (29).

Os moradores e turistas tiveram dificuldades em se locomover, mesmo com botas adaptadas. Várias atrações turísticas foram fechadas em decorrência da ascensão da água.

Confira algumas das imagens selecionadas pelo Bussiness Insider:



Durante a elevação da água, a praça de São Marcos teve sua visitação encerrada;

Mesmo assim, os turistas e moradores se ilhavam enquanto lutavam para se locomover pela cidade usando galochas;

As plataformas elevadas são parte da adaptação local para ajudar os pedestres durante os períodos de inundação. Nessa enchente, eles foram retirados antes de serem levados pela água;

Veneza está acostumada com as elevações da água, mas esse foi um caso extremo;

Ao final da segunda-feira, suas autoridades estimavam que 75% da cidade estava submersa, criando um novo ‘recorde’;

Veneza está em um período propício a inundações. A acqua alta acontece durante o outono e vai até a primavera.

O prefeito de Veneza, Luigi Brugnaro, disse em entrevista que essa inundação podia ter sido evitada se o projeto Moisés estivesse concluído;

“Projeto Moisés” é o nome de uma série de barreiras subaquáticas planejadas para evitar que a lagoa seja inundada caso a maré atinga mais de 1,09 metros, o que acontece em média quatro vezes todo ano;

Como o projeto está atrasado há bastante tempo devido ao alto custo associados à escândalos de corrupção, a cidade continua sofrendo as consequências em casos de chuvas intensas.

Durante o último fim de semana (27 e 28), aconteceu na cidade uma maratona onde os participantes tinham de correr contra a corrente da água que inundava o centro de Veneza.

Os comerciantes instalaram barreiras e bombas com intenção de afastar a água para fora de suas lojas, mas aparentemente não foi o suficiente;

Tanto que, em outros lugares da Itália, foram registradas pelo menos dez mortos em decorrência da tempestade, segundo o UOL.

Por enquanto, a cheia continua em Veneza e para os alunos de lá, as aulas estão suspensas em todas as escolas. Aguardaremos novas informações.

Você também pode se interessar:

Compartilhe essa notícia em suas redes sociais!

Escrito por Francisco

60% publicitário; apaixonado por tecnologia, música, séries e água.
Meme nas horas vagas.

20 imagens majestosas de obras primas da genética humana que deixaram essas pessoas impressionantes

Empreendedores brasileiros criam um dispositivo para restauração florestal em larga escala